SÃO PAULO

(11) 3017-8700

rca@rcaturismo.com.br

CAMPINAS

(19) 3734-2162

rcacampinas@rcaturismo.com.br

RECIFE

(81) 3092-8700

rcarecife@rcaturismo.com.br

BELO HORIZONTE

(31) 3227-7522

rcabh@rcaturismo.com.br

CURITIBA

(41) 3222-6400 

rcacuritiba@rcaturismo.com.br

RIO DE JANEIRO

(21) 2507-0907

rca.rio@rcaturismo.com.br

BRASÍLIA

(61) 3225-5109

rcabrasilia@rcaturismo.com.br

PORTO ALEGRE

(51) 3072-1086

rcaportoalegre@rcaturismo.com.br

FALE CONOSCO

// ESTUDO + TRABALHO

O programa de estudo + trabalho no exterior é ideal para quem deseja aperfeiçoar o inglês e praticar o conhecimento do idioma em um ambiente profissional, e está disponível para estudantes a partir de 18 anos de idade.

Há programas para viajantes de todos os níveis: básico, elementar, intermediário e avançado. No primeiro dia de aula é realizado um teste de nivelamento, onde os professores avaliam as quatro habilidades linguísticas de cada estudante, para então adequá-los a uma turma com alunos do mesmo nível de idioma.


Vale ressaltar que os trabalhos, em sua grande maioria, são nas áreas de serviço e atendimento, e é responsabilidade dos estudantes elaborarem um currículo em inglês, buscar e se candidatar às vagas de trabalho.


Atualmente, os países que oferecem permissão de trabalho são: Austrália, Irlanda, Malta e Nova Zelândia, cada qual com suas próprias regras.

// ESTUDO + TRABALHO NA AUSTRÁLIA

Para trabalhar na Austrália é necessário estar matriculado em um curso de idiomas com duração mínima de 14 semanas e carga horária de no mínimo 20 lições semanais. O Governo Australiano permite que o estudante trabalhe por até 20 horas semanais durante o período de aulas e até 40 horas semanais durante o período de férias, que será concedido após 12 semanas de estudo.
 

O salário mínimo por hora na Austrália é de aproximadamente AUD 16, mas pode variar de acordo com a atividade exercida e o nível de inglês do estudante.

// ESTUDO + TRABALHO NA IRLANDA

Para trabalhar na Irlanda é necessário estar matriculado em um curso de idiomas com duração mínima de 25 semanas e carga horária de no mínimo 15 horas semanais. O Governo Irlandês permite que o estudante trabalhe por até 20 horas semanais nos períodos de baixa temporada e por até 40 horas semanais nos períodos de alta temporada (de junho a setembro e de 15 de dezembro a 15 de janeiro).
 

O salário mínimo por hora na Irlanda é de aproximadamente EUR 9, mas pode variar de acordo com a atividade exercida e o nível de inglês do estudante.

// ESTUDO + TRABALHO EM MALTA

Para trabalhar em Malta é necessário estar matriculado em um curso de idiomas de no mínimo 15 horas semanais. O Governo Maltês permite que o estudante trabalhe por 20 horas semanais a partir da 13ª semana de estudo, por um período máximo de um ano, e após ter o visto de estudante e a permissão de trabalho aprovados. Nas 12 primeiras semanas em Malta, o aluno permanecerá no país com visto de turista. Vale ressaltar que a permissão de trabalho será emitida somente após o estudante ter recebido uma oferta de trabalho.
 

O salário mínimo por semana em Malta é de aproximadamente EUR 170, mas pode variar conforme atividade profissional exercida e o nível de inglês do estudante.

// ESTUDO + TRABALHO EM NOVA ZELÂNDIA

Para trabalhar na Nova Zelândia é necessário estar matriculado em um curso de idiomas com duração mínima de 14 semanas e carga horária de, no mínimo, 20 lições semanais. O Governo Neozelandês permite que o estudante trabalhe por até 20 horas semanais durante o período de aulas e até 40 horas semanais durante o período de férias, que será concedido após 12 semanas de estudo.
 

O salário mínimo por hora na Nova Zelândia é de aproximadamente NZD 10, mas pode variar de acordo com a atividade exercida e o nível de inglês do estudante.

Converse com um consultor especialista RCA e conheça a melhor opção de intercâmbio para você!

// ESCOLHA O DESTINO ONDE VOCÊ GOSTARIA DE ESTUDAR E TRABALHAR

1/1
australia.png

1/1
australia.png

1/1
ireland.png

1/1
malta.png

1/1
malta.png

1/1
new-zealand.png